quarta-feira, 3 de junho de 2015

ENTENDIMENTOS SOBRE AS DIVERSAS VERDADES BÍBLICAS - QUE SEJAM ETERNOS ENQUANTO DUREM? ®

Neste artigo minha intenção é levar as Testemunha de Jeová (doravante – TJ) a uma reflexão a fim de que avaliem se têm sido honestas com as pessoas que encontram no serviço público de pregação e, principalmente, consigo mesmas.

TESE:

Para iniciar reproduzo abaixo uma imagem que, certamente, lhe é muito familiar:




O título deste livro (que é o atual livro de estudo usado com novos estudantes) certamente, não foi parar na capa por acaso, ele quer transmitir uma ideia óbvia1 ao novo estudante, ideia que se confirma nas páginas do próprio livro.

- Vejamos dois exemplos disso: No início e no final do livro lemos, respectivamente:

“O fato de estar lendo este livro mostra que você quer saber o que a Bíblia ensina. O livro vai ajudá-lo2 (...). Esperamos que você também goste e que receba as bênçãos de Deus à medida que sentir a emoção e a alegria de aprender o que a Bíblia realmente ensina!3(Pg. 07)

 “Quando você começou a aprender o que a Bíblia realmente ensina, não sentiu seu coração ficar ‘abrasado’ de alegria, zelo e amor a Deus?” (Pg. 188).

Obs - a numeração foi acrescida.

A ideia óbvia a que me referi acima é: “Quem se propõe a ensinar o que a Bíblia realmente ensina JÁ SABE o que a Bíblia realmente ensina, logo, este é o caso das Testemunhas de Jeová.
-------------------------------
1 – A que ideia óbvia o título dado ao livro conduz?
2 – A que o livro vai ajudar?
3 – Os responsáveis pela produção do livro “O que a Bíblia Realmente Ensina?”, necessariamente, precisam saber o que a Bíblia realmente ensina?  
---------------------------- 

ANTÍTESE:

As TJs., têm uma crença que se ampara no texto de Provérbios 4:18, não tem? (antes de seguir a leitura, peço que responda à pergunta abaixo4)

Vejamos agora uma explicação trazida pela Sentinela sobre a referida crença:

Lampejos de luz, grandes e pequenos (Parte um)
“A vereda dos justos é como a luz clara que clareia mais e mais até o dia estar firmemente estabelecido.” — PROVÉRBIOS 4:18.
UMA prova da sabedoria divina, de acordo com Provérbios 4:18, é que a revelação de verdades espirituais tem ocorrido gradualmente, por meio de lampejos de luz. No artigo precedente, vimos como este texto se cumpriu no tempo dos apóstolos. Um grande conjunto DE VERDADES BÍBLICAS revelado de uma só vez tanto ofuscaria como confundiria — semelhante ao efeito de se sair do escuro para a luz brilhante do sol. Além disso, a verdade revelada gradualmente fortalece a fé dos cristãos de forma contínua. Torna mais brilhante sua esperança e mais claro o caminho que devem seguir.

15/5/95 – p.10

Segundo a explicação acima não seria conveniente que as verdades BÍBLICAS fossem reveladas todas de uma única vez.

Isso, ao invés de beneficiar o ser humano, acabaria por ofuscar e confundir a compreensão do próprio “pacote completo” de verdades reveladas.

Logo: conhecer todo o conjunto de verdades bíblicas de uma única vez significaria dificultar o entendimento destas mesmas verdades!

Sem entrar no mérito de tal ensino mas, antes, o tomando por correto, algumas questões surgem cristalinas, dentre elas destacamos a seguinte:

- Como determinar se um determinado ensino bíblico já se encontra plenamente revelado ou ainda está em processo de revelação?
--------------------------------
4 – Que nome você dá a sua crença baseada em Pv. 4:18?
--------------------------------------

Vou repetir a pergunta tornando-a mais pessoal:

- Dentre o conjunto de verdades bíblicas nas quais você, leitor TJ, acredita, qual delas você pode afirmar, com 100% de certeza, são verdades já plenamente reveladas e quais ainda estão em processo de revelação?
        
Creio que se você for honesto (em especial - consigo mesmo), sua resposta mais prática se dará no melhor estilo Vinícius de Morais:

As verdades bíblicas nas quais acredita e ensina hoje serão – eternas enquanto durarem ou, em outras palavras:

- Cada ponto de fé em que você crê e ensina hoje é encarado como sendo – verdade ensinada pela Bíblia – e é exatamente por isso que você crê e as continua ensinando mas,  caso você venha a ler algo diverso a respeito de quaisquer destes seus pontos de fé na próxima Sentinela que ler, você irá abandonar a “antiga luz” e passará a ensinar e a crer na modificação trazida pelo novo “lampejo” como sendo a - verdade ensinada pela Bíblia5.

Para ser coerente com este ensino baseado em Pv. 4:18 é exatamente assim que você deve crer e proceder, afinal, você acredita que aquilo que lê na Sentinela e demais publicações da Sociedade Torre de Vigia (doravante – STV) constituiu “alimento certo no tempo apropriado” de Deus para seu povo e se realmente é, então, não aceitá-lo, significaria passar a “comer” alimento ERRADO em razão do tempo no qual ele foi apropriado já ter se encerrado o tornando - INAPROPRIADO.

A TJ precisa ter total confiança em sua fonte de alimento espiritual e é exatamente isso o que a Sentinela incentiva como, por exemplo, fez na edição 1/3/87 p. 15, §§18 e 19 quando afirmou:


Além disso, os que ajudam a escrever artigos para A Sentinela são anciãos cristãos, que reconhecem a seriedade da sua designação. (Veja 2 Crônicas 19:7.) Gastam muitas horas em pesquisar a Bíblia e outra matéria de referência, para certificar-se de que o artigo escrito SEJA A VERDADE E QUE SIGA FIELMENTE AS ESCRITURAS. (Eclesiastes 12:9, 10; 2 Timóteo 1:13) (...)

OBS - Note acima que o escritor deste  texto  reivindicou para  si aquilo que o Ap. Paulo afirma em 2Tm 1: 13!

19 Por isso, pode ler com confiança A Sentinela e Despertai!. No entanto, pode fazer mais. Pode entusiasticamente oferecer estas revistas a outros, a fim de que também APRENDAM A VERDADE e tirem proveito de ouvir as mensagens do ‘vigia de pé sobre a torre de vigia’. (Isaías 21:8) Sim, junto com o vigia hodierno, também VOCÊ PODE DEFENDER A VERDADE DA BÍBLIA.
-------------------
5 – Está correta esta minha conclusão?
-------------------
Como TJ você acredita tanto na tese quanto na antítese acima indicadas isso deveria lhe levar, no mínimo, a um certo conflito, concorda?

SÍNTESE

 Um novo estudante, pelo menos no que depender do livro “O Que A Bíblia Realmente Ensina?”, não tomará conhecimento da doutrina da iluminação progressiva (em todo o livro, o texto de Pr.4:18 não é citado uma única vez e  também não encontramos os termos “iluminação”, “progressiva” juntos ou separados nenhuma vez!)

         Creio que não revelar ao novo estudante que aquilo que ele está aprendendo como sendo – verdade bíblica -  pode ser mudado a qualquer tempo é bastante conveniente, mas pergunto - é honesto?

              Agora vou relatar uma experiência pessoal e vou pedir que, com base nela, você responda a uma pergunta muito sinceramente a você mesmo:

- Nos cerca de 30 anos nos quais estudo a crenças das TJs já conversei pessoalmente, em uma ou mais oportunidades, com inúmeras TJs (sem medo de errar posso afirmar que foram mais de 300 oportunidades de dialogar) e nunca, jamais, ouvi uma TJ confessar que qualquer ponto de sua fé poderia mudar a partir da próxima Sentinela que chegasse, antes, pelo contrário, sempre notei uma defesa ferrenha de cada ponto, como se cada um deles já fosse uma verdade bíblica 100% revelada e estabelecida.

Com base nesta minha experiência pessoal pergunto: Quantas vezes, no seu serviço de pregação, você já alertou a pessoa que lhe escuta para o fato de que daquilo que você a está ensinando ou o ponto de fé que você está defendendo, na verdade, pode ser modificado, no todo ou em parte,  a partir da mais nova Revista Sentinela que vier a ler?

Ou será que você (a exemplo das TJ com a quais já mantive contato) sempre defendeu cada ponto de sua fé (para si mesmo e para terceiros) como sendo - a imutável verdade que a Bíblia realmente ensina?

Isso também me leva a perguntar – Isso é honesto com você mesmo?

Era esta a reflexão que gostaria de lhe propor sendo que para (quase) concluir vou transcrever uma afirmação publicada na Revista Sentinela e destacar alguns trechos, apenas para que os confronte com outras coisas já afirmadas acima e perceba o quão séria e urgente é a reflexão que estou propondo:

Sem conhecimento exato podemos ser enlaçados por ensinos falsos promovidos pelo opositor de Deus, Satanás, o Diabo, que é “mentiroso e o pai da mentira”. (João 8:44) Portanto, se certa doutrina contradiz a Palavra de Deus, se é uma mentira, então, crer nela e ensiná-la desacredita a Jeová e nos coloca em oposição a ele. Assim, temos de examinar cuidadosamente as Escrituras Sagradas para saber distinguir entre a verdade e a falsidade. (Atos 17:11). NÃO QUEREMOS SER COMO OS QUE ESTÃO “SEMPRE APRENDENDO, CONTUDO, NUNCA PODENDO CHEGAR A UM CONHECIMENTO EXATO DA VERDADE”. — 2 Timóteo 3:1, 7.
1/6/1988 p. 15, § 2o

Encerro pedindo ao único e verdadeiro Deus que venha a transformar a reflexão proposta acima em uma verdadeira benção na sua vida.
---------------------
Quer comentar? Quer discordar? Quer sugerir alguma melhora no texto? Quer indicar alguma necessária correção gramatical?

 Escreva para mim - 1tessalonicenses5.21@gmail.com (desde já - agradeço).



Nenhum comentário:

Postar um comentário